gps



Encontrei por acaso um projecto fascinante da Yahoo: Purple Pedals.

A ideia é ter uma bike que registará automaticamente em imagens por onde andará. Tecnicamente é fascinante pela simplicidade final com que “enfiaram” tudo em 2 caixas de metal, e em como tudo funciona sozinho sem necessitar de muito “baby-sitting”.

Gostava de pôr os meus pés numa destas e dar muitas voltas por Lisboa, ou melhor: fazer o próximo biketour nela!


Desta vez fomos menos…

Não houve tema, como no mês anterior, e talvez por isso foi menos concorrida. Mesmo assim havia bastantes participantes, mas não contei quantos.

Quando cheguei (atrasado) deparei com caras novas apenas, e tive a sensação que estava tudo à espera de “alguém” para começar. Recorrentes só chegaram ainda mais atrasados e depois de mais uns momentos de conversa lá se falou do percurso. Saímos apenas às 18.50 do ponto de encontro, já a ficar escuro. Descemos a Av. da Liberdade, e repetimos as voltas ao Rossio para depois voltarmos a subir até ao Marquês. Seguimos pela Av. Fontes Pereira de Melo até ao Saldanha, e seguimos lentamente pela Av. da República. Em Entre Campos continuámos pela estrada até à estação do Campo Grande, onde virámos 180º e regressámos pela ciclovia. Depois houve uma pequena conversa entre os participantes, mesmo que já muitos tivessem regressado a casa pelo meio do percurso.

Talvez por causa da lua cheia, ou por haver muita gente nova, notei que houve bastante descoordenação e confusão. Havia diferentes ritmos e velocidades quase que em competição. O grupo ficou várias vezes cortado em semáforos ou por ter carros no meio. Demasiadas vezes ocupámos mais faixas do que seria “seguro” atendendo ao nosso número, ou mesmo bloqueámos a faixa bus. Ouvi também outras informações (dadas por motoristas) que fizeram temer pela segurança de todos.

Por isso acho fulcral responder eficazmente à falta de experiência dos estreantes com boa informação. É algo contraditório que no ínicio se espere dar “palestras” sobre como agir ou mesmo sobre “o que vamos fazer e por onde vamos”. Mas acho que uma boa solução seria preparar e distribuir uns panfletos com conceitos básicos e informações acerca de como manter a segurança durante o passeio. Quem quer avançar? 😉
Edit: parece que já existe um panfleto feito! Obrigado Paulo pelo comentário

 

Fica aqui o mapa do percurso feito

(Venham as fotos agora, e os vídeos 😉

Site da Massa Crítica – Portugal


Curta mas muito bem disposta.

Foi temática ao trazer vári@s participantes vestid@s de “executiv@s”. Tivemos cobertura mediática por isso, esteve lá a SIC e pelo menos 1 fotógrafo. Todos falaram dum grande número de participantes (alguém sabe quant@s?). Houve um autêntico MC a espalhar alegria, frases de ordem e humor acutilante através dum megafone. Eu distribuí alguns autocolantes “um carro a menos“…

 

Saímos às 18.25 do ponto de encontro pressionados pela equipa da SIC para que fosse possível captar algumas filmagens das habituais voltas ao Marquês. Seguimos pela Av. Fontes Pereira de Melo até ao Saldanha, donde voltámos para de novo circundar o Marquês. Pouco depois das 19h descíamos a Av. da Liberdade, dávamos uma volta ao Rossio e continuávamos pela Rua do Ouro até pararmos na Praça do Munícipio. Aí os participantes deram várias voltas, foram mostrados dois grandes banners, foram feitas “fotos de grupo” a levantar as bicicletas e ainda houve tempo para termos uns dedos de conversa com a polícia municipal. Quase às 20h contornámos a Praça do Comércio para subir pela Rua da Prata até de novo ao Rossio onde oficialmente acabou este passeio-celebração.

Fica aqui o mapa do percurso feito (muito simples, logo quando se estreava o GPS na MC)

Venham as fotos agora, e os vídeos 😉

Site da Massa Crítica – Portugal

A edição video do Tiago Carvalho:

Um video do Pedro Antunes:





No Fim-de-Semana de 24,25 e 26 de Março voltei a Nisa para experimentar os trilhos abandonados.
A navegação ficou a cargo da experiência do João E, mas posteriormente corrigi uns mapas que criámos com base nas cartas. Depois foi referenciar as fotos e colocá-las online no flickr, picasa e mais tarde no panoramio.
Os videos ficaram no google e juntos pelo vodpod

1º Dia 24:
Longitude (kilometers):63.51 Points: 438
Elevation (meters):Min:79.5 Max:334.5
Accumulated Height (meters):
Up:1,403 Down:1,403

Mapa e fotos

2º Dia 25:
Longitude (kilometers):48.27 Points: 320
Elevation (meters):Min:205.8 Max:324.5
Accumulated Height (meters):
Up:470 Down:470

Mapa e fotos

Dia 3:

ainda não há mapa nem fotos

Deixo um ficheiro para que a vizualização dos mapas no Google earth seja mais interessante.
São um conjuntos de layers dinâmicos, como toponomia mais precisa e completa, fotos geo-referenciadas da área,
layers GE
Terão de mudar a extensão .pdf para .kmz (uma vez que aqui só aceitam alguns tipos de ficheiros)

technorati tags:, , , , ,

Blogged with Flock